Alternativo

Nova Fase deste jornal

José Carlos Sousa Silva23/10/2021
Nova Fase deste jornalMatheus Soares

“O Estado do Maranhão” não será mais impresso como sempre o foi. Passará para Nova Fase e sob o comando tecnológico e assim continuará transmitindo notícias sobre fatos, atos, ações e omissões de muitas pessoas.

Passa assim para outra fase de existência e num formato diferente no palco da informação permanente.
Este Jornal tem uma longa e belíssima história na comunicação em geral em benefício do povo.
Segue existindo em outras paisagens que lhe oferece a tecnologia nas suas operações jornalísticas.
Esta sua nova fase é chamada de modernista, mesmo assim a sua “fase velha” fica na sua própria história e com muitas saudades dentro das pessoas idosas, inclusive de jovens.

Eu respeito muito essa nova realidade tecnológica, mesmo assim sigo sentindo eternas saudades do que fiz e faço exercendo a profissão de jornalista desde o início da década de 1960 em São Luís, Capital do Estado Maranhão, que é eterno berço de muitos profissionais do jornalismo e que foram sempre aplaudidos em face do que falaram e escreveram revelando muita inteligência e cultura em suas atuações.
Na Constituição da República Federativa do Brasil nos seus artigos 220 ao 224 estão explicitadas regras que oferecem à “Comunicação Social” direitos e deveres que devem ser sempre bem lidos e interpretados em benefício da liberdade de informação jornalística através do jornal impresso ou através de outro meio adequado e objetivando resultados benéficos para todas as pessoas.

A Comunicação Social produz excelentes e bons resultados na prática democrática e por isso deve sempre estar sob o amparo do legal e do justo em benefício do povo.

A manifestação do pensamento do jornalista é imprescindível através de qualquer meio de comunicação social, pois nela está a verdade real diante de tudo e de todos e com resultados benéficos para todas as pessoas merecedoras do melhor na vida.

A Liberdade de Informação Jornalística merece espaço maior possível no mundo inteiro e, em especial, em todo o território do Brasil, a fim de que o seu povo perceba sempre, bem de perto, a verdade autêntica contida na informação que lhe é dirigida.

O povo brasileiro deve sempre apoiar e aplaudir a atuação dos jornalistas, pois eles sabem dizer a verdade completa através do que falam e escrevem.

Assim, é possível o encontro do melhor na vida e inclusive com a certeza do encontro permanente com a felicidade.

Eu sempre muito usei a caneta e o papel no qual escrevi e escrevo deixando aí marcas do meu pensamento e sentimento sob o comando do amor à profissão jornalística.

Advogado, jornalista e professor
universitário.
Membro da Academia Maranhense de Letras.
E-mail: jcss@elo.com.br

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte