Estado Maior

Avaliação de gestões

05/10/2021

Assim como caiu, dentro da margem de erro, o percentual de pessoas que votam no governador Flávio Dino (PSB), caiu também a aprovação de seu governo. De junho a setembro, segundo dados de duas pesquisas Escutec/O Estado, a aprovação da gestão estadual reduziu dois pontos e a desaprovação aumentou quatro pontos percentuais.

Os dados já estão sendo analisados pelos aliados do governador e uma estratégia deverá ser construída para evitar que os números piorem.

Na avaliação destes aliados, a campanha de redução do Impostos sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS) para os combustíveis têm influência neste resultado.

Sobre a campanha, opositores de Flávio Dino pressionam para a redução do imposto e ainda criaram a narrativa de que o vilão para os altos valores dos combustíveis é o governador, por aumentar o ICMS.

E com esta narrativa de culpar o governador, os dados relacionados ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acabaram melhorando. A aprovação do seu governo aumentou sete pontos percentuais de junho a setembro, segundo o levantamento da Escutec/O Estado. A desaprovação caiu cinco pontos percentuais.

Maioria

Mesmo caindo dois pontos percentuais, o governador Flávio Dino ainda pode comemorar a avaliação de sua gestão.

Segundo a Escutec/O Estado, 55% dos eleitores disseram aprovar o governo Dino.

É uma maioria que ainda garante ao governador conseguir ainda se colocar como o líder do seu grupo capaz de conduzir o processo eleitoral.

Sinais

O governador Flávio Dino continua dando sinais de que vai escolher o seu vice, Carlos Brandão (PSDB), para ser o candidato do grupo ao comando do Palácio dos Leões.

No fim de semana, em mais um discurso, Dino destacou a lealdade de Brandão e também o trabalho dele nos projetos do governo.

Para os aliados, o governador tem reiterado a questão da fidelidade de Carlos Brandão para reforçar a ideia de que o vice é o único capaz de dar continuidade aos projetos da gestão atual.

Desvantagem

Sobre esta disputa interna no grupo de Flávio Dino, o senador Weverton Rocha (PDT) tem dito a todo tempo que é preciso cumprir os acordos.

E em relação ao acordo assinado na carta compromisso no Palácio dos Leões, Flávio Dino reafirmou que este será cumprido.

Se um dos critérios é a avaliação popular medida pelas pesquisas, o vice-governador Carlos Brandão está em desvantagem.

Pouca chance

Se nas entrelinhas, o governador Flávio Dino ainda guarda o desejo de ser indicado como vice em uma eventual chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na prática, as chances são diminutas.

Em agenda em Brasília, Lula tem se reunido com lideranças de partidos de centro-esquerda.

Em pauta, além de busca por apoios, negociações para indicação do vice. O ex-presidente Lula já disse preferir Dino no Senado.

Comemoração

O presidente do PSD no Maranhão, Edilázio Júnior, citou a terceira pesquisa Escutec/O Estado divulgada no fim de semana.

Segundo ele, o pré-candidato do partido, Edivaldo Holanda Júnior (PSD), mostra crescimento.

Edivaldo cumpriu agenda no fim de semana no sul do estado. Além do presidente do PSD, outras lideranças, como o deputado estadual César Pires (PSD), estiveram presentes.

De olho

50% é o percentual previsto para reduzir a demora no trânsito com a implementação do programa Onda Verde, que vai sincronizar os semáforos da Cohama à Ponte José Sarney.

Cartão de vacina

Para entrar no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão é necessário apresentar o cartão de vacinação contra a Covid-19.

A regra passou a valer ontem após portaria do presidente do tribunal, desembargador José Joaquim Figueiredo.

A apresentação do cartão de vacinação abrange não somente o público ou advogados. Servidores do TRE, membros do Ministério Público, magistrados e terceirizados também precisam mostrar que tomaram as duas doses da vacina.

E mais

- Os guardas municipais de São Luís decidiram paralisar suas atividades devido ao não cumprimento de acordo que o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), fez quando era candidato em 2020.

- Enquanto Flávio Dino destaca lealdade de Carlos Brandão, o senador Weverton Rocha mantém sua agenda de pré-campanha.

- No fim desta semana, o senador pedetista vai inaugurar um hospital em Imperatriz. É algo diferente.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte