DOM | Homenagem

Parque João do Vale traz experiência sensorial

Além de proporcionar aprendizados, o novo espaço de lazer, em Pedreiras, é um ponto turístico atrativo e inspirador para famílias e amigos
25/09/2021
Espaço presta homenagem ao artista da terra, João do Vale

São Luís - Lazer, cultura e aprendizado. A cidade de Pedreiras, interior do Maranhão, ganhou recentemente mais um ponto turístico, o Parque João do Vale, que homenageia o cantor e compositor maranhense. O novo espaço funciona como uma visita ao passado, estimula a construção de conhecimentos e propicia passeios incríveis para toda a família e amigos, inclusive para relaxar. É uma excelente dica para aliar descanso, diversão e aprendizagem sobre a vida e obra de um dos maiores artistas do país, que é natural da cidade.

Desta forma, o parque representa um espaço para o compartilhamento de saberes e lazer, servindo como ponto atrativo para o Brasil, já que conta a história singular e inspiradora de João do Vale.

Na sua estrutura, o museu resgata a trajetória do artista, e a Praça Musical foi nomeada de “Pisa na Fulô”, homenageando uma das músicas do artista. Além disso, garantindo interação na praça, o público pode fazer uso dos instrumentos que compõem a estética do ambiente.

Experiência singular
Ao caminhar pelo Parque terá a experiência única de passear pelas incríveis memórias e obras culturais de João do Vale. O lugar serve como ponto turístico, à medida que eterniza o trabalho e produção cultural do músico e compositor.

Instrumentos musicais diferenciados podem ser manuseados no parque para experiências sensoriais

O Parque se constitui como um ponto de valorização cultural da região e estado, visualizado e realizado por apoiadores e incentivadores da cultura. Laise Rabelo, gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Maranhão, ressalta que a iniciativa engradece a cidade e o país, sendo um orgulho para a Equatorial Maranhão poder fazer parte deste grande marco à memória do maior artista maranhense, por meio do patrocínio via Lei de Incentivo à Cultura. Ela observa que a distribuidora potencializa constantemente suas práticas de incentivos culturais.

“O Parque já encanta e está com uma estrutura incrível para nós maranhenses e todos os brasileiros. Impulsiona a cultura, valoriza a nossa história, o lazer, o bem-estar da comunidade, a prática de esportes e o turismo. Aguardamos desfrutar das futuras manifestações artísticas”, externa a gerente.

Com o novo Parque em Pedreiras, as possibilidades de utilização do espaço construído são muitas, como apresentações culturais, manifestações folclóricas, entre outras opções, tudo pensado para proporcionar experiências transformadoras.
Ciente da importância de fomentar a cultura em todas as suas manifestações, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, a Equatorial Maranhão participou da concretização do Parque, que contempla o Museu João do Vale.

No museu o visitante pode conhecer e ouvir as músicas do artista

SAIBA MAIS

Um pouco sobre João do Vale

O artista João Batista do Vale, conhecido como João do Vale, nasceu na cidade de Pedreiras, no Maranhão, no dia 11 de outubro de 1934 e aos 13 anos se mudou para a capital maranhense. Conectado à música, descobriu a paixão por esse universo ainda na infância, mas teve que trabalhar como pedreiro para ajudar a família. Com o passar dos anos, conduzidos por muito trabalho duro, sua ascensão e destaque no ramo musical alcançou todo o país.
João do Vale produziu dezenas de músicas e algumas delas deram popularidade a muitos cantores. “Peba na pimenta” (com João Batista e Adelino Rivera), gravada por Ari Toledo, e “Pisa na Fulô” (com Ernesto Pires e Silveira Júnior) e a inesquecível “Carcará”, são algumas delas.
João do Vale faleceu em São Luís no dia 6 de dezembro de 1996, sendo sepultado em Pedreiras.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte