Oton Lima | COLUNA SOCIAL

O que elas têm a dizer sobre economia colaborativa

07/08/2021
Lara Moreira
Carol Alves
Patrícia Bello

A união faz a força, já diz o ditado. Em tempos difíceis como o nosso, a máxima ganha ainda mais potência.

É exatamente esta uma das premissas da economia colaborativa. Atividade em voga no mundo empresarial, ela é voltada à produção de valores de uso comum e baseada em novas formas de organização do trabalho (mais horizontais que verticais).

Em outras palavras, trata-se de uma forma de atividade econômica compartilhada, com ênfase no uso e não na posse de bens, de espaços, de instrumentos e de habilidades.

Essa prática ganhou muita força no universo virtual. Mas não chega a ser novidade para negócios presenciais, que já praticam ações colaborativas com parceiros há tempos.

De tão discutida e praticada atualmente, a economia colaborativa é tema do próximo Café Virtual, evento que o braço "Mulher" da Associação Comercial do Maranhão - ACM promove nesta quarta, 11, reunindo três nomes de peso que já a praticam em seus negócios.

Me refiro à Patrícia Bello (EntreNós), Carol
Alves (Tato Transforma) e Lara Moreira (Villa, Luxo Natural e Clube Melissa). Elas estarão juntas para debater sobre economia colaborativa em uma evento - transmitido virtualmente, através do Youtube e do perfil no Instagram da ACM, às 19:30h - a ser mediado por este jornalista.

Patrícia está à frente da EntreNós, misto de guarda-roupa compartilhado (aluguel de roupas), brechó e marketplace de marcas maranhenses. Ela começou o negócio em uma loja na Península e está migrando para um Casarão no Centro Histórico que deve abrir em meados de setembro. Desde o começo, sua atuação foi pontuada na premissa da economia colaborativa. Tanto que, em pouco mais de um ano, já lançou diversas collabs com artistas maranhenses.
Com a atividade de Carol acontece o mesmo. Nutricionista e sócia da Tato Transforma, ela usa o mesmo espaço físico para comportar as duas atividades e o divide com o sócio, Felipe Borba, e outros profissionais. Ela também está às voltas com a criação de collabs.

Já Lara, empresária no termo convencional da palavra, se arrisca a experiências disruptivas em suas lojas desde o início. Ela também é adepta das collabs e das parcerias com os mais diversos profissionais que, de alguma forma, casam com os seus negócios.

Com repertórios particulares, mas caminhando dentro de uma filosofia de atuação, digamos, semelhante, elas vão falar de suas experiências e debater sobre o tema trazendo suas visões.

À frente desse projeto está Jacira Haickel, presidente do ACM Mulher e diretora do Blue Tree São Luís - que, aliás, será palco do encontro, que, como já foi dito, será transmitido virtualmente e aberto a todos os interessados.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte