Cidades | Influenza/H1N1

Postos de saúde de São Luís lotam na busca pela vacina contra gripe

Com 44% do grupo prioritário vacinado, São Luís libera vacinação contra gripe para toda a população acima dos 6 meses de idade; retardatários dos grupos prioritários podem ir aos postos
Bárbara Lauria / O Estado07/07/2021
Postos de saúde de São Luís lotam na busca pela vacina contra gripeCom liberação da vacina contra a gripe, longa fila se formou em posto (Paulo Soares / O Estado)

São Luís – A campanha de vacinação contra a gripe chegou em uma nova etapa em São Luís, e a partir desta semana, a imunização foi liberada para toda a população acima dos 6 meses de idade. Com o anúncio, a procura pela vacina em postos de saúde triplicou, e gerou longas filas.

No Posto de Saúde do Bairro de Fátima, no qual até o início do último mês, na terceira etapa da campanha de imunização, eram atendidas cerca de 300 pessoas por dia, teve a procura triplicada de segunda-feira, 5, até ontem, 6, chegando a 600 atendimentos em um dia. “Os números triplicaram agora que a vacina está liberada para toda a população, e ainda assim vemos muitos retardatários dos grupos prioritários”, explicou Eslei Mendes, coordenadora de Enfermagem do Centro de Saúde do Bairro de Fátima.

A autônoma Nádia Araújo se vacinou logo nos primeiros dias de campanha. Ela conta que todos os anos segue as campanhas de vacinação e nunca deixa de tomar a da gripe. “Todas minhas vacinas estão em dia e sempre que eu posso e devo, venho me vacinar, ainda mais agora em que ficamos todos com medo dos casos de Covid”, relatou a autônoma, que também já recebeu a primeira dose da vacina contra Covid-19.

Retardatários
Até o momento, em São Luís, 44.6% do público-alvo das primeiras etapas da vacinação, já tiveram a cobertura vacinal, ou seja, das 354.862 pessoas que foram estimadas como público-alvo, apenas 158.292 receberam as doses. No Maranhão estão imunizados contra gripe apenas 43,4% do público–alvo. De um total de 2,8 milhões de doses da vacina Influenzas enviadas ao estado para a campanha de vacinação, cerca de 1 milhão foram aplicadas. A meta da campanha contra Influenza/H1N1, estipulada pelo Ministério da Saúde, é imunizar 90% das pessoas que fazem parte dos públicos-alvos.

Pensando nessa meta, a Secretaria Municipal de Saúde de São Luís (Semus) orientou que, aqueles que fazem parte dos públicos-alvos, já foram convocados para a vacinação, mas ainda não foram se vacinar, que procurem um posto de saúde do Município para receber a dose e se proteger contra a gripe. “Pessoas que porventura foram chamadas em fases anteriores e que perderam o prazo continuam sendo atendidas em nossos postos de vacinação. Por isso, pedimos a estas pessoas que se vacinem, pois prevenirá o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19”, afirmou o secretário Municipal de Saúde, Joel Nunes.

Anita de Oliveira, paciente oncológica, de 58 anos foi uma das pessoas que fazem parte do público-alvo e não se vacinou quando foi chamada. “Eu confesso que não sabia que estavam vacinando pessoas com a minha comorbidade, pois acompanhei apenas pela idade, mas agora já estou aqui colocando tudo em dia, e, graças a Deus, com as duas doses da vacina contra Covid-19 tomadas”, disse.

O público-alvo é composto por pessoas acima dos 60 anos, professores, crianças de seis meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade e população privada de liberdade.

Ester Radaça, de 9 anos, foi acompanhada da sua avó, Cledenilce Radaça, para receber a vacina contra a gripe. “Eu não tenho medo, aprendi que é preciso tomar a vacina para as coisas melhorarem, e eu quero muito que tudo melhore para eu poder voltar pra escola e brincar com meus amigos”, contou.

SAIBA MAIS

Influenza e Covid-19

Com duas campanhas para Síndromes Respiratórias em andamento, o Ministério da Saúde orienta que, para aqueles que já podem se vacinar tanto contra a influenza quanto contra a Covid-19, seja priorizado a vacina contra o coronavírus, e que se faça um intervalo de 14 dias entre as aplicações para que não ocorran reações adversas.

Para vacinar

Para se vacinar, é necessário que a pessoa vá até uma unidade de saúde levando a caderneta de vacinação e um documento com foto, para que os profissionais de saúde localizem o cadastro no sistema de informação. No entanto, não ter a caderneta de vacinação em mãos não é impeditivo para tomar as vacinas ofertadas pelo Ministério da Saúde.
Todo o andamento da vacinação contra a gripe pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS

Veja os postos de vacinação na cidade de São Luís

  • C.S da Liberdade
  • Centro de Saúde Paulo Ramos
  • C.S Bezerra de Menezes
  • USF do São Francisco
  • C.S Vila Bacanga
  • U.M Itaqui Bacanga
  • C.S Clodomir P. Costa
  • C.S Valdecy Eleoteria Martins
  • C.S São Raimundo
  • C.S Yves Parga
  • C.S Vila Nova
  • Hospital Aquiles Lisboa
  • C.S da Vila Embratel
  • C.S do Gapara
  • C.S Bairro de Fátima
  • U.M Coroadinho
  • C.S Carlos Macieira
  • PSF Dr. Antonio Guanaré
  • Posto de Saúde do Anil
  • C.S Genésio Ramos Filho
  • C.S Cohab – Anil
  • C.S Salomão Fiquene
  • C.S Djalma Marques
  • C.S Turu
  • Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes
  • UBS Cintra
  • Colégio Militar Tiradentes (Vila Palmeira)
  • C.S Amar
  • Escola Professor José do Nascimento Moraes
  • C.S Radional
  • C. S da Vila Lobão
  • C.S João de Deus
  • U.M São Bernardo
  • Policlínica C. Operária
  • C.S Santa Bárbara
  • C. S Drª Nazaré Neiva
  • USF Dr.Antonio Carlos S. Reis I
  • USF Maria Ayrecila II
  • USF Jailson Alves III
  • USF Santa Clara
  • USF Santa Efigênia
  • C.S São Cristóvão
  • USF Pirapora
  • USF Fabiciana Moraes
  • C.S Vila Janaina
  • UBS Expedito Alves de Melo
  • PS Coquilho
  • C.S Itapera
  • C.S Quebra Pote
  • C.S Tales Ribeiro Gonçalves
  • USF Vila Sarney
  • C.S Pedrinhas I
  • C.S Pedrinhas II
  • C.S Tibiri
  • C.S Maracanã
  • USF Coqueiro
  • C.S José de Ribamar Frazão
  • C.S Laura Vasconcelos
  • C.S Rio Grande (Mª de Lourdes)
  • C.S Vila Itamar
  • C.S João Paulo
  • Escola Mariana Pavão

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte