Geral | Imunizantes

Maranhão recebe 63,1 mil doses da Pfizer do Ministério da Saúde

Remessa garante 1ª dose a grávidas, pessoas com comorbidades, com deficiência e outros públicos
26/06/2021
Maranhão recebe 63,1 mil doses da Pfizer do Ministério da SaúdeNova remessa da Pfizer foram armazenadas em ultrafreezers (Divulgação)

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) recebeu, ontem, mais um lote de vacinas Pfizer. São 63.180 doses do imunizante para a continuidade da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 nos municípios maranhenses. Nesta remessa, o imunizante será destinado à aplicação da primeira dose nos seguintes públicos: pessoas com comorbidades; gestantes e puérperas com comorbidades; pessoas com deficiência permanente; e trabalhadores de saúde.

As doses foram encaminhadas para a Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos do Maranhão - vinculada à SES, responsável pela distribuição dos imunizantes -, onde serão armazenadas em ultrafreezers, aparelhos que garantem a conservação adequada da vacina e podem chegar à temperatura de – 86°.

Com a nova remessa, o Maranhão totaliza 3.927.450 doses recebidas, sendo 1.304.540 doses da CoronaVac, 2.273.100 doses da AstraZeneca, 307.710 doses da Pfizer e 42.100 doses da Janssen.

Janssen

O Brasil recebeu o reforço de mais 3 milhões de doses da vacina Covid-19 da Janssen/Johnson & Johnson doadas pelo governo dos Estados Unidos. Parte da doação chegou ao país ontem, pelo Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, receberam os imunizantes e reforçar a parceria entre os dois países no combate à pandemia.

Queiroga destacou que o governo brasileiro tem trabalhado e está comprometido com os interesses e as relações bilaterais entre os dois países. “Essas vacinas fazem parte do esforço que estamos realizando para garantir a imunização da população brasileira”, assinalou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte