Alternativo | Lançamento

Novo canto para a Sereia

Flávia Bittencourt apresenta uma releitura da canção de autoria dos compositores Carlos Gomes, Escrete e Niceas Dumont
17/02/2021
Novo canto para  a SereiaFlávia Bittencourt fez versão de "Sereia" (Divulgação/Laila Razzo)

São Luís- Uma das músicas mais tradicionais do cancioneiro maranhense ganha nova roupagem na voz da cantora e compositora Flávia Bittencourt. “Sereia”, composição de Carlos Gomes, Escrete e Niceas Dumont, está disponível com o clipe no YouTube, desde a segunda-feira de Carnaval. O vídeoclipe conta com a participação especial de Paulinho Akomabu e da influenciadora digital Thaynara OG.
A proposta, quase um hino da folia maranhense, ganhou acordes especiais e ficou mais moderna, adentrando o terreno da música eletrônica. Na sanfona está Rui Mário e a percussão e a base eletrônica contam com o talento de Felipe Tauil.

Segundo Flávia Bittencourt, a releitura não descaracteriza o ritmo tradicional da canção, que é o afoxé. “Esse trabalho segue na mesma linha do que nós temos desenvolvido ultimamente, propondo uma dinâmica de arranjos. A ideia é misturar os ritmos maranhenses com a música eletrônica contemporânea. Acredito que ficou bem bacana e dançante”, explica a cantora, que assina os arranjos com Felipe Tauil.

Live
Flávia Bittencourt não programou nenhuma “live” carnavalesca, mas já havia anunciado que lançaria a música. Ela disse que, de certa maneira, “Sereia” foi o seu presente para a folia momesca maranhense deste ano, que aconteceu de uma maneira totalmente inédita, com a proibição dos desfiles dos blocos, escolas de samba e qualquer manifestação que pudesse gerar aglomerações.

“Que pena que não tivemos Carnaval este ano e nós sentimos muito, devido, também, à falta do bloco ‘Bittencá e Acolá’, que levaríamos para o Circuito Beira-Mar com o objetivo de celebrar a vida e o respeito pela diversidade. É uma festa que contribui sobremaneira para nos revigorar enquanto artistas e é uma prova muito bonita de amor à cultura. Infelizmente, passamos por um momento delicado, pois a pandemia trouxe muita dor e essa parada acontece, principalmente, em respeito às perdas. Acredito que foi extremamente necessária essa medida governamental. Fez falta, mas não há o que discutir”, disse a cantora.

Carreira
A maranhense tem delineado uma trajetória bastante significativa na seara da música popular brasileira. Seu primeiro trabalho, intitulado “Sentido”, foi distribuído pela Som Livre, mesclando cultura popular, pop, músicas nordestinas e composições autorais. Esse mesmo trabalho foi pré-selecionado para o Grammy Latino e para o Prêmio Tim de Música.

Nascida em São Luís, Flávia Bittencourt apresenta, em seu trabalho fonográfico, canções de seus conterrâneos, de sua autoria e, também, dos grandes mestres brasileiros e mundiais. A artista, além de cantora e compositora, é atriz. Ela participou, por exemplo, do filme curta-metragem de Neville de Almeida, “Redenção”, e do longa-metragem de Frederico Machado: “As Órbitas da Água”.

Serviço
O quê Releitura de “Sereia”, por Flávia Bittencourt

Onde

Disponível no YouTube
Link: https://www.youtube.com/user/BittencourtFlavia

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte