Alternativo | música

Reggaeton com tempero regional em lançamento

Betto Pereira e Zeca Baleiro lançam hoje, na internet, clipe da música "Maldito amor"
29/01/2021
Reggaeton com tempero regional em lançamento Cenas do clipe de “Maldito amor” (Divulgação)

São Luís - O videoclipe da música “Maldito amor” será lançado hoje nas redes sociais a partir das 15h. A música, interpretada pelos cantores e compositores Betto Pereira e Zeca Baleiro, é um a parceria deste último com o jornalista e escritor Félix Alberto. O clipe tem direção de Vicente Simão Jr.

Segundo os autores da música, “Maldito amor” é um reggaeton com tempero regional e muita influência caribenha. Além de Betto Pereira e Zeca Baleiro na interpretação da música, o videoclipe conta com a participação de algumas dezenas de artistas, como a cantora Alcione, Glad Azevedo, Beto Ehong, Rommeo Ribeiro, Millena Mendonça, Joemílio Farias, Fauzi Beydoun, Flávia Bittencourt, os grupos de dança Expressar e GDAM, a atriz e comediante Dadá Coelho e o DJ Ademar Danilo.

O videoclipe mistura o ritmo sensual de homens e mulheres do Maranhão, as fortes cores tropicais e belos cenários do Centro Histórico de São Luís, além de imagens de praias e pôr do sol.

Idealizado pela Fábrika e com roteiro de Vicente Simão Jr. e Félix Alberto, o vídeo de pouco mais de cinco minutos contou com a produção de Juliana Hadad e coreografia de Laízze e Dennis Adam, da academia Expressar, e Chrstyano Rubi, do Grupo GDAM.

A música “Maldito amor” já está disponível em todas as plataformas digitais. “Além da sensualidade que há no ritmo, nas pessoas envolvidas em todas as cenas, o videoclipe revela a beleza da nossa cidade e da nossa gente”, diz Félix Alberto.

Serviço

O quê

Lançamento do clipe da música “Maldito amor”

Quando

Hoje, a partir das 15h

Onde

Redes sociais dos cantores

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte