Alternativo | No Encontro com Fátima Bernardes

Thaynara OG desabafa na TV sobre lipoaspiração

No ''Encontro'', a influenciadora maranhense ressaltou que é preciso falar sobre os riscos dos procedimentos estéticos e a aceitação do corpo: "Poderia ter partido por uma besteira"
28/01/2021 às 15h55
Thaynara OG desabafa na TV sobre lipoaspiração Thaynara OG durante papo com Fátima Bernardes (Divulgação)

Rio de Janeiro - Fátima Bernardes recebeu Thaynara OG no Encontro desta quinta-feira (28), para abordar um assunto que está em voga: jovens que morreram após passarem por procedimentos estéticos para se sentirem mais bonitas. A influenciadora revelou, em suas redes sociais, que passou por uma lipoaspiração, em março de 2020, e acabou tendo que ficar na UTI por uma semana após complicações decorrentes da cirurgia. Ela desabafou sobre o seu caso depois que a também influenciadora Liliane Amorim morreu, aos 26 anos, após passar por uma lipo.

"O caso dela me tocou muito. Eu fiz esse desabafo e recebi muitos relatos, inclusive, de influenciadoras que passaram por isso e não comunicaram ao público. A gente tem que falar sobre isso, sim", começou Thaynara.

A influenciadora disse que se sentiu mal após fazer uma lipo HD, famosa por exaltar os "gominhos da barriga", procedimento que ficou muito popular no ano passado. Ela contou que a equipe médica não a acompanhou adequadamente após o procedimento, e que foi sua mãe que percebeu que algo estava errado, decidindo, assim, procurar a ajuda de outros profissionais da unidade hospitalar. Aí veio a notícia das complicações e a consequente internação da filha na Unidade de Terapia Intensiva.

"Se não fosse minha mãe ali, eu poderia ter partido por uma besteira. Eu carrego isso comigo com muita dor, sinto muita culpa até hoje. Sou adulta, estudada, com acesso à informação e me coloquei nessa situação e ainda coloquei minha família toda vulnerável sofrendo junto comigo', ressaltou ela, que contou que se arrependeu de ter sido influenciada a passar pelo procedimento por um perfil na rede social.

Thaynara disse que, depois do susto, mudou a sua relação com o corpo. "Eu não estou aqui para falar que as pessoas não devem fazer uma cirurgia plástica, mas não podemos banalizar as coisas. É importante trabalhar a sua relação com o seu corpo e, tendo a necessidade de fazer uma cirurgia, buscar um bom profissional porque é algo muito invasivo e arriscado", ressaltou.

Ela ainda chamou a atenção para a obsessão de algumas pessoas com os filtros das redes sociais que modificam a aparência do rosto. "As pessoas não se aceitam. Tem gente que usa tantos filtros que, de tanto se ver daquela forma, acha que aquela forma é a ideal, aí leva a foto com o filtro para o cirurgião. Então, a internet, se não tiver cuidado e limite, pode adoecer a gente", destacou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte