Geral | Exame nacional

Enem 2020: segundo dia de prova, domingo, tem foco em matemática

Professor Luís Araújo, que tem experiência em cursinhos preparatórios, deu algumas dicas para os participantes se saírem melhor na avaliação; estudante viajou para o interior para realizar o exame
Kethlen Mata/ O Estado23/01/2021
Enem 2020: segundo dia de prova, domingo, tem foco em matemática Krislaine Nunes, 21 anos, reforça os estudos para o segundo dia do Enem 2020 (Divulgação)

SÃO LUÍS – Acontece neste domingo, 24, o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com a aplicação das provas de matemática e ciências da natureza. Apesar de longa e temida por muitos estudantes, matemática, no entanto, não exige do candidato um conhecimento tão aprofundado da disciplina.

O professor Luís Araújo, que tem experiência em cursinhos preparatórios, deu algumas dicas para os participantes se saírem melhor na avaliação. “A prova de matemática é recheada de altos e baixos em relação a dificuldade", observou

A primeira dica, segundo ele, é começar pelas questões mais difíceis, pois exigem mais raciocínio. “As questões que possuem dados, sugiro que os candidatos destaquem esses dados para analisar qual operação realizar. Às vezes é só uma soma ou uma subtração comum. Em relação a gráficos, muitas vezes a resposta está neles”, disse.

Luis Araújo comentou ainda quais temas que considera mais prováveis de cair no exame de matemática. “Com certeza, os assuntos de estatística, probabilidade, regra de três, figuras geométricas e funções”, afirmou.

Para o professor, uma questão se torna mais difícil por conta da atenção. “Como falei, às vezes elas estão 'dadas', mas existem outras que exigem um conhecimento a mais quanto se trata, principalmente, de fórmulas, já que algumas precisam ser ‘decoradas’. E não havendo isso, a questão pode se tornar um pouco mais difícil, por exemplo, em análise combinatória”, finalizou.

Personagem

Krislaine Nunes, 21 anos, vai tentar entrar na faculdade de História, através do Enem, pela terceira vez, porém, este ano a estudante e vendedora de roupas passou por problemas logísticos. A jovem precisou fazer um trajeto até a cidade de Viana, na Baixada Maranhense, sua cidade natal, para conseguir prestar o exame.

“Apesar de fazer o Enem em Viana, estou morando em São Luís porque tive que vir a trabalho, já que a loja que eu trabalhava lá abriu uma filial aqui. Na época, não deu mais tempo de mudar o local de prova e não posso perder essa oportunidade, pois o meu sonho é entrar na universidade”, contou.

Medidas de Segurança

As medidas de segurança adotadas em relação à pandemia do novo coronavírus serão as mesmas tanto no Enem impresso quanto no digital. Haverá, por exemplo, um número reduzido de estudantes por sala, para garantir o distanciamento entre os participantes. Durante todo o tempo de realização da prova, os candidatos estarão obrigados a usar máscaras de proteção da forma correta, tapando o nariz e a boca, sob pena de serem eliminados do exame. Além disso, o álcool em gel estará disponível em todos os locais de aplicação.

Os candidatos que tiverem sintomas de covid-19 e de outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer aos locais de prova. Devem comunicar ao Inep pela Página do Participante. Esses candidatos terão direito à reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Enem

No primeiro dia de Enem, o exame nacional teve abstenção recorde de 51,5%. Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, 2.842.332 faltaram às provas. Este ano, a prova também contará com uma versão digital, de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte