Cidades | Mortes de mulheres

Feminicídio: 54 casos já foram registrados no Maranhão em 2020

Em menos de uma semana, a polícia registrou dois casos no interior, um deles em Lago da Pedra, o outro ocorreu no município de Viana
06/11/2020
Feminicídio: 54 casos já foram registrados  no Maranhão em 2020Movimentação de curiosos em frente à casa da vítima (Divulgação)

SÃO LUÍS - Um total de 54 casos de feminicídios já ocorreram neste ano no Maranhão e apresentando uma média de cinco registros por mês. Somente em menos de uma semana, a polícia registrou dois casos no interior do estado. Uma das últimas ocorrências foi ontem, no município de Lago da Pedra, e a vítima foi identificada como Verônica, idade não revelada.

O crime está sendo investigado pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Lago da Pedra. O delegado Thales Maffra, titular dessa cidade, informou que o caso foi comunicado primeiramente para guarnições da Polícia Militar por populares e isolaram a área até a chegada da Polícia Civil. Verônica foi encontrada morta com marca de tiro no tórax dentro de sua residência, localizada no bairro Vieira Neto.

O delegado informou que o principal suspeito é o companheiro da vítima e fugiu após o ato criminoso. A filha da vítima, que é maior de idade, estava fortemente abalada e seria ouvida ainda esta semana na delegacia. Há informações que o casal residia nesse bairro não tinha trinta dias.

O corpo dela foi encaminhado para o Hospital Municipal de Lago da Pedra para ser autopsiado e, logo após, liberado para os familiares. O sepultamento está previsto para ocorrer na manhã de sexta-feira, 6, no cemitério dessa cidade. O resultado do exame pericial vai ser encaminhado para a Polícia Civil. “Apreendemos alguns documentos no local do crime, mas, precisam ser analisados para certificar se pertences a vítima”, frisou o delegado.

Baixada

O outro feminicídio foi registrado no município de Viana e teve como vítima Ducinalva Mendonça Andrade, de 41 anos, ocorrido no último domingo, 1. Segundo a polícia, o acusado é o companheiro da vítima, identificado apenas como Barico.

Ainda de acordo com a polícia, o casal estava em uma festa, na área central dessa cidade, e em um determinado momento acabou discutindo. Durante a briga, Barico de posse de uma faca desferiu uma facada no pescoço da companheira e, em seguida, tomou rumo ignorado.

Os populares ainda chegaram a chamar os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas, encontraram a vítima sem vida e o corpo dela removido para o hospital da cidade onde foi autopsiado.

Testemunhas já foram ouvidas na delegacia de Viana e a Polícia Civil ainda aguarda resultado de exames periciais. O inquérito polícia deve ser encaminhado no prazo de um mês para o Poder Judiciário. Há informações que o acusado já responde por outros tipos de crimes ocorridos nessa região do Maranhão.

Prisão

No bairro Santo Antônio, no município de Anajatuba foi preso em flagrante ontem um acusado de crime de tentativa de feminicídio e foi encaminhado para a delegacia, logo após, para a unidade prisional.

A polícia informou que o criminoso desferiu vários golpes de faca na sua esposa, nome não revelado, e, logo após fugiu. Uma das facadas atingiu o abdômen dela e levada para o hospital da cidade. Os militares fizeram de imediato um cerco na cidade e conseguiram prender o suspeito, que também já responde pela prática de outros crimes como Maria da Penha, roubo e furto.

Saiba mais

A polícia já registrou um crime de feminicídio neste ano em Lago da Pedra, no dia 6 de março, e teve como vítima Maria Layla, de 16 anos. A vítima levou 17 facadas quando estava em um bar, no bairro Vieira Neto, e o principal acusado é o namorado da adolescente.

Número

54 casos de feminicídio já ocorreram neste ano no Maranhão

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte