Cidades | Atrocidades

Mulheres são mortas no interior do estado com requintes de crueldade

Uma das vítimas foi baleada dentro de casa, no município de Balsas, no sul do Maranhão; em Viana, um homem matou a esposa com um gargalo de garrafa
Ismael Araújo04/11/2020
Mulheres são mortas no interior do estado com requintes de crueldadeDucinalva Andrade foi morta pelo companheiro, identificado como Barico, na saída de uma festa, em Viana (Divulgação)

Duas mulheres foram assassinadas em um intervalo de 48 horas no interior do estado e os suspeitos ainda não foram presos pela polícia. Um dos casos ocorreu durante a madrugada de segunda-feira, 2, na cidade de Balsas e a vítima foi identificada como Adriana Fernandes do Nascimento, de 36 anos.

O caso está sendo investigado pela equipe da Delegacia Regional de Balsas e a polícia trabalha com duas hipóteses. Uma delas de latrocínio (roubo seguido de morte), enquanto, o outro crime por encomenda. Ainda ontem foram realizadas incursões na localidade e pessoas foram ouvidas na delegacia.

A polícia informou que a vítima estava em sua residência onde também funciona um comércio, localizado no bairro São Caetano, zona periférica de Balsas, e estava na companhia do esposo, nome não revelado, quando foi baleada.

Primeiramente, um dos suspeitos se passando por cliente pediu um produto que não tinha no ponto comercial e, logo após, deixou o local. Em seguida, ele retornou na companhia de um outro criminoso e realizaram o ato bárbaro. A vítima ainda tentou fugir dos criminosos, mas, acabou levando seis tiros.

Os socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) quando chegaram ao local encontraram a vítima sem vida. O corpo dela foi removido para o hospital da cidade para ser autopsiado e o resultado dos exames periciais serão encaminhados para a Polícia Civil. Já, os acusados fugiram em direção ao município de Riachão.

Feminicídio

A polícia registrou no último domingo, 1, um crime de feminicídio no município de Viana e a vítima foi Ducinalva Mendonça Andrade, de 41 anos. Segundo a polícia, o suspeito é o companheiro da vítima e identificado apenas como Barico.

Ainda de acordo com a polícia, o casal estava em uma festa e em um determinado momento acabou discutindo. Durante a briga, Barico desferiu uma facada no pescoço da companheira e, em seguida tomou rumo ignorado. Os socorristas do Samu foram acionados e encontraram a vítima sem vida. O caso é investigado pela equipe da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI).

Outros assassinatos

Ainda ocorreram no interior do estado mais dois assassinatos no Dia de Finados, 2 de novembro. Uma das vítimas, identificado como João Emanoel Monteiro, de 18 anos, foi encontrado morto com marcas de tiros dentro de uma residência, localizada no bairro Santa Rita, em Imperatriz.

Há informações que a vítima ainda tentou fugir dos criminosos, mas, acabou sendo executada. A equipe da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoas (DHPP) está investigando esse crime e existe a possibilidade de ter sido cometido por faccionados.

No bairro Pai Geraldo, na cidade de Caxias foi morto Ricardo Soares, de 18 anos. Segundo a polícia, a vítima foi baleada em plena via pública por dois criminosos, que fugiram em uma motocicleta, de marca e placa não identificadas. O corpo do jovem foi levado para o hospital desse município.

Carro roubado recuperado

O carro Spacefox roubado na noite de segunda-feira, 2, no estacionamento de uma farmácia no bairro Renascente, foi recuperado ontem, no município de Santa Rita, Os assaltantes foram presos e com eles a polícia apreendeu duas pistolas, munição, dois aparelhos celulares e uma quantia em dinheiro. O crime foi filmado por câmeras de um circuito de TV e chocou a população. As imagens mostram a vítima sendo retirada do carro a coronhadas e sendo atirada no chão.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte