Política | Racismo?

Flávio Dino defende seletivo apenas para negros no Magazine Luiza

Governador se manifestou em rede social e disse que o caso trata-se do princípio da livre-iniciativa
Ronaldo Rocha21/09/2020 às 10h44
Flávio Dino defende seletivo apenas para negros no Magazine LuizaGovernador apoiou ação afirmativa da empresa (Divulgação)

SÃO LUÍS - O governador Flávio Dino (PCdoB) utilizou o seu perfil em rede social para manifestar-se a favor da decisão do Magazine Luiza, de lancar um novo programa de traineer apenas para negros.

Ele tentou classificar a ação como um programa de cotas raciais e de que há um princípio jurídico que assegura às empresas este tipo de decisão.

“Sobre cotas raciais em uma empresa privada, o ataque de parcela da direita é desvairado. No caso, vale o princípio jurídico segundo o qual “o que não é proibido, é permitido”. Alguma lei está sendo violada ? Não. Então pode fazer. O nome disso é princípio da livre-iniciativa...”, escreveu.

A decisão da empresa, contudo, abriu uma série de debates e polêmica. Organizações acusaram a empresa de “racismo reverso”, pelo fato de, supostamente, haver descriminação contra brancos e indígenas.

A juíza do trabalho Ana Luiza Fischer Teixeira de Souza Mendonça criticou a iniciativa da Magalu. A magistrada considera que a proposta fere o artigo 5º da Constituição Federal. “Na minha Constituição isso ainda é proibido”, disse.

O deputado federal Carlos Jordy, vice-líder do governo na Câmara, por sua vez, afirmou que está ingressando com representação no Ministério Público contra a empresa para que seja apurado crime de racismo.

O Magazine Luiza respondeu: “[...] Inclusive, ações afirmativas e de inclusão no mercado profissional, de pessoas discriminadas há gerações fazem parte de uma nota técnica de 2018 do Ministério Público do Trabalho”, escreveu em seu perfil oficial.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte