Economia | Energia

Aneel aprova reajuste negativo de energia elétrica no Maranhão

Decisão da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) beneficiará mais de 2,5 milhões de clientes da Equatorial Maranhão
Com informações da Assessoria25/08/2020 às 11h15
Aneel aprova reajuste negativo de energia elétrica no MaranhãoDivulgação

São Luís - A diretoria colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou na manhã desta terça-feira, 25, reajuste negativo (-0,39%) para os mais de 2,5 milhões de consumidores residenciais da Equatorial Maranhão. A Conta-Covid contribuiu para amenizar o impacto do reajuste em -2,60%, proporcionando amortecimento significativo dos índices de reajuste a serem percebidos nas contas dos consumidores do estado.

O efeito médio do reajuste tarifário para o consumidor foi de -0,01%, sendo 0,09%, em média, para os consumidores conectados na Alta Tensão e de -0,03%, em média, para os consumidores conectados na Baixa Tensão.

O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

O reajuste também foi impactado pelos custos de transmissão e distribuição de energia, e pela retirada dos componentes financeiros estabelecidos no último processo tarifário.

O diretor da Aneel, Sandoval Feitosa enfatiza a importância do reajuste zero para os maranhenses. “A conta de energia elétrica tem um grande impacto no orçamento dos consumidores residenciais, e principalmente das famílias de baixa renda. A redução trará grandes benefícios para a população do estado”,

Sandoval Feitosa foi relator do processo na Aneel que suspendeu o corte de energia elétrica dos consumidores residenciais e serviços essenciais durante os meses de maio a julho, no auge da crise da Covid-19.

Histórico de reajuste da conta de energia no Maranhão (efeito médio)
AnoReajuste
20117,20

20120,60
2013-23,10
201422,10
201510,70
20168,00
201711,80
201817,00
2019-3,82
2020-0,01

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte