Geral | Covid-19

70 dias após primeiro óbito no Maranhão, liberação é ameaça

Movidos pela flexibilização do isolamento social, população volta às ruas e se aglomera em ambientes públicos e privados, como praias e até bares
Nelson Melo / O Estado09/06/2020

SÃO LUÍS - Para muitas pessoas, a pandemia do novo coronavírus já acabou, e não há mais com o que se preocupar. Em vários locais da região metropolitana de São Luís, grupos são vistos ingerindo bebida alcoólica em lugares públicos, sem máscaras de proteção e compartilhando copos. O afrouxamento das medidas de prevenção, com a abertura gradual do comércio, pode estar contribuindo para essa situação. O fato é que 70 dias após a primeira morte pela Covid-19 no Maranhão, o número de casos confirmados ainda cresce.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte