Política | Reunião ministerial

Salles nega culpa após fala: "Erro foi de quem divulgou"

De acordo com o ministro do Meio Ambiente, a declaração em reunião não se referia a normas ambientais e à Amazônia, e sim à "desburocratização"
Agência Estado02/06/2020

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, reafirmou que a "boiada" mencionada na reunião ministerial do dia 22 de abril era o "custo Brasil". Em entrevista à Rádio Eldorado nesta segunda-feira, 1º, Salles atribuiu um eventual impacto negativo de seu discurso a "quem o divulgou" - mas sem citar nominalmente o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que tornou público, em 22 de maio, o vídeo da reunião.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

Assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte