Cidades | Prevenção

Samu disponibiliza equipes extras para atenderem foliões no Carnaval

Serviço funciona diariamente com 10 unidades de suporte básico, duas avançadas e duas motolâncias; equipe reúne médicos, enfermeiros, auxiliares e socorristas
Ismael Araújo / O Estado20/02/2020
Samu disponibiliza equipes extras para atenderem foliões no Carnavalamu terá atendimento especial durante o período carnavalesco (Paulo Soares / O Estado)

O clima de Carnaval já predomina nos quatro cantos da Grande Ilha, mas, a programação oficial dos eventos começa a partir de sexta-feira, 21, finalizando na Quarta-Feira de Cinzas, 26. Para atender aos foliões, em casos de emergência durante esse período festivo, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) vai disponibilizar duas equipes extras do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com duas ambulâncias de Suporte Básico (UBS), cada uma com dois profissionais da área de saúde.

A Semus ainda informou que, diariamente, o Samu conta com profissionais, que atuam em 10 unidades de suporte básico, duas de suporte avançado, duas motolâncias e ainda há seis reguladores médicos e dez TARMS, que são os profissionais que atendem as ocorrências pelo número 192. O serviço também conta com quatro operadores de plantão de 24 horas.

Para o período de momo deste ano, a Semus vai disponibilizar mais duas equipes, com serviço 24 horas. A ligação é gratuita e pode ser feita de telefone público ou celular. O atendimento de urgência e emergência é feito em residência, locais de trabalho ou em vias públicas. A equipe é composta por médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas.

Eles estão aptos a atenderem urgências de natureza traumáticas, clínicas, pediátricas, cirúrgicas, gineco-obstétrica e de saúde mental.

Ocorrências
No decorrer do período carnavalesco, não são raros os foliões que exageram no consumo de bebida alcoólica e, com isso, acaba aumentando o pedido de socorro para a equipe do Samu, a fim de atender esse tipo de ocorrência.

A estudante universitária, Bruna Márcia Santos, de 23 anos, disse que no Domingo Magro de Carnaval, 16, acabou se sentindo mal e foi atendida pelos socorristas do Samu, por ter exagerado no consumo de álcool, na Madre Deus. “Tenho costume de tomar cerveja e, como tomei bebida quente, acabei passando mal”, declarou Bruna Santos.

Serviço
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência é um programa que tem como finalidade prestar o socorro à população em casos de emergência. Com o Samu/192, o governo federal está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as seqüelas decorrentes da falta de socorro precoce.

A Rede Nacional Samu 192 possui hoje 102 serviços de atendimento móvel às urgências, atendendo, com isso, mais 789 cidades brasileiras, num total de 85.993 milhões de pessoas. A ligação é atendida por técnicos na Central de Regulação que identificam a emergência e, imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador.

Esse profissional faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações. Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: orienta a pessoa a procurar um posto de saúde; designa uma ambulância de suporte básico de vida, com auxiliar de enfermagem e socorrista para o atendimento no local; ou, de acordo com a gravidade do caso, envia uma UTI móvel, com médico e enfermeiro.

Saiba mais

No dia 30 de maio de 2016 foi inaugurada uma nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), localizada no bairro do Filipinho, tendo como objetivo de atender as chamadas feitas de toda a Região Metropolitana da Grande Ilha. O processo de ampliação do atendimento do Samu atende à política de reestruturação da rede municipal de saúde.

Recomendações para o Carnaval

  • Se beber não dirija, pois nessa época do ano os índices de acidentes que envolvem os veículos automotores são maiores e sempre estão relacionados à ingestão de bebida alcoólica. Logo, evite beber e, caso beba, evite pegar no volante, vá de carona, use o transporte público ou eleja um motorista da rodada que não tenha ingerido álcool;
  • Abuse da hidratação, beba pelo menos 2 litros de água por dia, coma frutas e evite comidas gordurosas, pois dificultam a digestão;
  • Descanse ao menos oito horas antes de pular o carnaval, pois o corpo precisa se recuperar do desgaste gerado pela festa;
  • Opte pelo sexo seguro e use sempre preservativo;
  • Caso sinta algum mal-estar, procure atendimento médico nos postos de saúde ou os socorristas do Samu

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte