Cidades | Trânsito

Maranhão: 12 pessoas morreram em rodovias federais em dezembro

De 1º de janeiro até o dia 15 deste mês, aconteceram 975 acidentes nas rodovias federais que cortam o estado; no domingo, quatro pessoas morreram em sinistros
Nelson Melo / O Estado17/12/2019
Maranhão: 12 pessoas morreram em rodovias federais em dezembroAcidente com duas mortes na BR-222, na região de Mirante do Norte (Divulgação)

O número de acidentes nas rodovias federais que cortam o Maranhão se aproxima de mil em 2019, segundo dados do Núcleo de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal (Nucom/PRF). De 1ª de janeiro até o último dia 15, aconteceram 975 ocorrências do tipo. Somente em dezembro, ocorreram 51 registros em acidentes nas rodovias, com registro de 12 óbitos. No domingo, 15, quatro pessoas morreram em três sinistros. Em um dos casos, um carro capotou na BR-010, após o motorista ter dormido ao volante.

O Nucom/PRF informou que, além das 12 mortes, 54 pessoas ficaram feridas neste mês. Em 2019, a quantidade total de feridos é de 1.074, distribuídos em 975 acidentes. No ano, já aconteceram 182 mortes nas rodovias federais que cortam o Maranhão. No início de dezembro, o número de óbitos chegou a 167, o que significa que houve um aumento de 15 casos daquela data até o último domingo.

Durante todo o ano passado, foram 1.245 acidentes, segundo informações do Sistema de Gerenciamento (Siger), do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF). Em 2018, de janeiro a dezembro, conforme dados do setor, ocorreram 231 óbitos nas sete rodovias federais que passam pelo Maranhão.

Mortes no domingo
No último domingo, quatro pessoas morreram, em três acidentes, nas rodovias federais que cruzam o estado. O primeiro caso aconteceu no Km 260,5 da BR-222, entre Miranda do Norte e Arari, por volta das 6h. O condutor de um veículo Chevrolet/Prisma Joye, placa de São Luís/MA, teria dormido ao volante. O carro capotou e saiu da pista. Três ocupantes ficaram feridos e dois morreram no local. Segundo levantamentos dos inspetores da PRF, os dois que faleceram foram identificados como Ronierio Costa Pinheiro e Izabele.

A segunda situação ocorreu também de manhã, entre Imperatriz e Açailândia, onde um cavaleiro não resistiu ao atravessar a BR-010, sem a devida atenção. Segundo a PRF, uma carreta branca seguia o fluxo normal da via federal, quando colidiu em um cavalo montado. O motorista ainda tentou desviar do animal, pegando a faixa contrária, mas não conseguiu evitar o atropelamento.

A vítima, Marceoni Conceição de Sousa, 45, era natural de Imperatriz. O acidente foi registrado no km 331 da BR-010, na localidade conhecida como Povoado Jacaré, que fica distante aproximadamente 12km da rotatória em Açailândia. Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal confeccionou o Boletim de Acidente de Trânsito. O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo após os procedimentos periciais na pista.

O último acidente fatal ocorreu na BR-402, na cidade de Rosário. Na ocasião, aconteceu uma queda de motocicleta por falta de atenção, que resultou na morte de Charles André Caires Desterro, por volta das 22h30, no km 4,8.

OUTROS ACIDENTES
No início de dezembro, por volta das 17h30 do dia 1º, o idoso Antonio Jorge Facciolo, de 72 anos, morreu no km 565 da BR-226, em Porto Franco/MA, durante o tombamento de uma motocicleta. Ele guiava uma Honda Pop, que trafegava no acostamento da rodovia, quando, bruscamente, colidiu em galhos de árvores, de acordo com informações apuradas pelos inspetores da PRF no local do acidente.

O acidente ocorreu logo após uma curva. Com o impacto, o motociclista perdeu o controle do veículo. No trecho, havia sinalização horizontal de proibição de ultrapassagem nos dois sentidos da rodovia. Foram detectadas marcas de arrastamento, bem como lesões na vítima, que foi lançada para longe. O idoso sofreu traumas na cabeça, que teriam sido geradas pelo mau uso ou não utilização do capacete.

Na outra situação, que aconteceu na manhã do dia 2, por volta das 6h20, no km 54 da BR-135, dois ocupantes de uma motocicleta morreram, na altura do município de Bacabeira/MA. O condutor de uma caminhonete Toyota Hilux prata, que se deslocava do interior para a capital, teria tentado uma ultrapassagem, ao que colidiu na moto. Os dois que estavam na moto não resistiram no próprio local. Eles foram identificados como Manoel de Jesus Sales Martins, 35, e Valmir Gomes da Silva, 72. Este último era natural de Chapadinha/MA.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte