Estado Maior | COLUNA

Será que sairá?

14/11/2019

Ao que tudo indica, os deputados estaduais Duarte Júnior (PCdoB) e Yglésio Moyses (PDT) terão sua “liberdade partidária” garantida pelas legendas pelas quais eles foram eleitos. Tanto o senador e presidente estadual o PDT, Weverton Rocha, quanto o deputado e presidente do PCdoB no Maranhão, Márcio Jerry, já mostram que aceitam a ida dos dois parlamentares para outra legenda.
O comentário mais recente sobre o assunto foi do presidente comunista, Márcio Jerry. Na Assembleia Legislativa, o deputado falou em casamento infeliz e que isso não ocorreria no PCdoB.
Claro, ao mesmo tempo, Jerry tenta aliviar o peso de suas palavras e diz acreditar que Duarte Júnior não deixaria a legenda para se candidatar. “Ele aceitaria a decisão da maioria”, resumiu Márcio Jerry sobre uma eventual escolha de Rubens Júnior para ser o candidato do partido à Prefeitura de São Luís.
Vaidoso e com números da pesquisa Escutec/O Estado ao seu favor, o mais provável é que o ainda comunista Duarte Júnior busque outra sigla que conceda o espaço que ele almeja.
Contra o deputado existe o tempo. Ele não pode deixar para o último minuto a decisão de se filiar. Costuras devem ser feitas ainda este ano para que a candidatura possa se confirmar em abril de 2020.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte