Política | Não teve

Bolsonaro e ministros cancelam pronunciamento em Davos

Presidente do Brasil participa do Fórum Econômico Mundial e organização do evento preparou sala para uma "entrevista coletiva" que acabou sendo cancelada
23/01/2019 às 13h56
Bolsonaro e ministros cancelam pronunciamento em DavosPresidente Jair Bolsonaro está em Davos participando do Fórum Econômico Mundial (Divulgação)

Brasília - O presidente Jair Bolsonaro e ministros cancelaram um pronunciamento que fariam nesta quarta-feira (23) no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

O evento estava marcado para 13h (horário de Brasília). De acordo com a organização do Fórum, seria uma entrevista coletiva, mas o governo brasileiro tratava como um pronunciamento.

A organização do Fórum chegou a preparar uma sala com quatro lugares reservados para autoridades brasileiras. Havia quatro placas, com os nomes de Bolsonaro e dos ministros Sérgio Moro (Justiça), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Paulo Guedes (Economia). As placas foram retiradas às 13h17, quando foi confirmado que nem o presidente nem os ministros falariam.

Assessores do presidente argumentaram que ele precisa se poupar fisicamente, devido ao fato de ter uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia marcada para segunda-feira, 28.

Agenda

Mais cedo, Bolsonaro participou de eventos e reuniões em Davos. Ele esteve em um almoço chamado "O Futuro do Brasil", com outros participantes do Fórum. Também se reuniu com o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, e depois com o presidente da Suíça, Ueli Maurer.

Ainda nesta quarta, a agenda de Bolsonaro prevê a participação em um debate sobre a situação da Venezuela, um encontro com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e um jantar com chefes de Estado.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte