Cidades | Limpeza pública

Ações de limpeza durante período chuvoso se mantêm intensas

Desde o início de 2018, já foram capinados mais de 1,6 milhão de metros quadrados em toda a cidade, o equivalente a 150 campos de futebol oficiais
06/05/2018 às 00h00
Ações  de limpeza durante período chuvoso se mantêm intensasEquipes trabalham para deixar a cidade mais limpa (Divulgação)

Prefeitura de São Luís, por meio do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, está avançando nos serviços de capina e roçagem na capital, para manter a cidade limpa durante o período chuvoso, quando o crescimento de ervas daninhas é mais acentuado. Os serviços foram executados nos principais corredores de tráfego de São Luís, praças e outros logradouros de grande circulação de pessoas. O objetivo é manter a cidade limpa, eliminar possíveis focos transmissores de doenças e, ao mesmo tempo, contribuir para melhorar ainda mais a qualidade de vida da população.

Já foram capinadas e roçadas as avenidas Jerônimo de Albuquerque, Carlos Cunha, Euclides Figueiredo, Colares Moreira, Grande Oriente e Portugueses. À medida que os agentes de limpeza vão concluindo uma via, os serviços avançam para outros corredores de tráfego da cidade. Desde o início de 2018, já foram capinados mais de 1,6 milhão de metros quadrados em toda a cidade, o equivalente a 150 campos de futebol oficiais.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, informou que os serviços de capina e roçagem são programados de forma que todas as avenidas da cidade recebam estas ações com a mesma periodicidade. "Claro que nós sabemos que as avenidas têm diferentes extensões, mas a programação executada pela Prefeitura é feita para garantir que o mato nos canteiros centrais não cresçam de forma a impedir a passagem dos pedestres e causar outros transtornos à população", disse.

Capina e roçagem
Além das avenidas e ruas internas dos bairros de São Luís, a Prefeitura também faz a capina e roçagem de logradouros como praças, equipamentos públicos de lazer e turísticos, escolas e entre outros. A capina e roçagem são serviços que retiram a vegetação daninha pela raiz, com a intenção de conter o seu crescimento.

Desse modo, é possível desobstruir os mecanismos de drenagem rápida de água da chuva. Além disso, a capina e roçagem aprimoram o aproveitamento de espaços habitados na cidade, além de garantir o embelezamento das áreas públicas. Remover as matérias vegetais tidas como daninhas também ajuda a evitar que bocas de lobo, ramais e galerias ao redor do terreno fiquem entupidas.

A manutenção deste trabalho contribui ainda para afastar a possibilidade de esconderijo de pragas e vetores urbanos de doenças como a dengue, chikungunya e febre amarela, por isso, é fundamental intensificar esses serviços, sobretudo no período de chuvas. "Durante o mês de março ainda podem ocorrer dias de chuvas mais intensas, com a umidade trazida pelas chuvas o crescimento da vegetação nas vias públicas acontece em maior proporção, requerendo a realização de operações para o controle do problema, então, este é um período do ano em que precisamos intensificar os serviços de capina e roçagem, pois isto facilita a manutenção dele no período de tempo mais seco", explica Carolina Moraes Estrela.

Populção pode ajudar
Carolina Moraes Estrela destaca ainda que a população também pode ajudar a manter a cidade mais limpa e sem áreas com mato alto. "O Município tem a responsabilidade de fazer a capina e roçagem das áreas públicas. Quando nossas equipes estão nos bairros, acabam fazendo as calçadas também, mas as calçadas são responsabilidade de cada morador. Então, se cada morador mantiver sua calçada limpa, sem mato, a Prefeitura ganharia agilidade no serviço", comenta.

SAIBA MAIS

Números
Capina: 198.293,60 m²
Roçagem mecanizada: 1.430.412,30 m²
Total: 1.628.705,9 m²

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte