Geral | Investigação

PF abre inquérito para apurar origem de munição que matou Marielle

Vereadora foi assassinada quarta-feira à noite com o motorista Anderson Pedro Gomes; perícia da Divisão de Homicídios indica que o lote da munição UZZ-18 é original e foram vendidos à PF de Brasília pela empresa CBC no dia 29 de dezembro de 2006
17/03/2018

RIO - A Polícia Federal instaurou inquérito para apurar a origem das munições e as circunstâncias envolvendo as cápsulas encontradas no local onde a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e o motorista Anderson Pedro Gomes foram assassinados.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte