Economia | Gás natural

Licenciamento do Campo de Gavião Preto terá audiência

Reuniões que acontecem hoje e amanhã nos municípios de Santo Antônio dos Lopes e Igarapé Grande são abertas ao público e irão debater as atividades de produção, escoamento e tratamento de gás natural naquela região
17/01/2018

Com volume estimado de gás in place de 3,48 bilhões de m³, o Campo de Gavião Preto, localizado na Bacia do Parnaíba, terá seu processo de licenciamento ambiental da atividade de produção, escoamento e tratamento de gás natural discutido em audiências públicas, que serão realizadas hoje em Santo Antônio dos Lopes e amanhã em Igarapé Grande.
De acordo com a Eneva, que promove as audiências públicas, por meio de sua subsidiária Parnaíba Gás Natural (PGN), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Maranhão (Sema), as reuniões são abertas ao público. A atividade de produção, escoamento e tratamento de gás natural do campo de Gavião Preto será instalada nos municípios de Santo Antônio dos Lopes, Bernardo do Mearim, Poção das Pedras, Igarapé Grande e Pedreiras.
O campo de Gavião Preto foi declarado comercialmente em janeiro de 2016, área que surgiu de parte da área do bloco PN-T-67, onde é conduzido o plano de avaliação da descoberta (PAD) de Angical, que estuda os indícios encontrados pelos poços 1-OGX-110-MA, 4-OGX-112-MA e 4-OGX-114-MA.
“A PGN optou por declarar a comercialidade das áreas de Angical que estavam em estágio exploratório final. A porção remanescente seguirá em estudo e poderá ser declarada comercial quando os resultados das atividades exploratórias estiverem mais avançados”, afirmou o CEO da PGN, Pedro Zinner, à época. Logo depois a ANP aprovou o plano de desenvolvimento do campo de Gavião Preto.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte