Esporte | Seleção Brasileira

Lateral Filipe Luís nega preocupação em agradar Tite

Substituto de Marcelo, o lateral-esquerdo negou que tenha ido a Barranquilla com a intenção de mostrar serviço ao técnico
Gazetapress10/09/2017 às 07h00
Lateral Filipe Luís nega preocupação em agradar TiteFelipe Luís foi titular na partida contra a Colômbia (Divulgação/CBF)

Bogotá - Um dos jogadores que ganharam uma chance no time titular da Seleção Brasileira contra a Colômbia, na vaga do suspenso Marcelo, o lateral esquerdo Filipe Luís negou que tenha ido a Barranquilla com a intenção de mostrar serviço ao técnico Tite. Ele saiu de lá com um empate por 1 a 1, na terça-feira.

"Não penso em mim, e sim no coletivo", discursou Filipe Luís.

"Quero fazer a minha parte só para ajudar. O mais importante é a Seleção Brasileira conquistar um bom resultado", acrescentou.

Boa parte da Seleção considerou a igualdade com os colombianos como um bom resultado. Até então, a equipe, já classificada para a Copa do Mundo e com o primeiro lugar das Eliminatórias assegurado, só conhecia vitórias em jogos oficiais sob o comando de Tite.

"Foi um jogo bom, difícil, muito disputado. O clima estava muito quente, o que atrapalhou, mas foi um bom jogo, sim. Queríamos a vitória, mas vamos continuar melhorando para o Mundial", comentou Filipe Luís.

Reserva imediato de Marcelo, o lateral esquerdo do Atlético de Madri tem convocação quase certa para a Copa da Rússia, em 2018. Ele é frequentemente elogiado por Tite.

Além de Filipe Luís, o técnico observou outros três reservas como titulares diante da Colômbia, o zagueiro Thiago Silva (Miranda estava machucado), o volante Fernandinho e o centroavante Roberto Firmino. Tite reconheceu que ainda espera mais do último deles.

Filipe Luís e seus companheiros terão mais duas chances para tentar agradar ao treinador. Em outubro, a Seleção Brasileira encerrará a sua campanha nas Eliminatórias contra a Bolívia, fora de casa, e o Chile, no Palestra Itália.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte