Geral | TJMA

Justiça concede salvo-conduto para manter reitor em liberdade

Gustavo Pereira da Costa, reitor da Uema, teve ordem de prisão em flagrante emitida pelo Juízo da 1ª Vara da Fazenda Pública, quarta-feira, 29, por ter deixado de cumprir decisão judicial em favor de um candidato a vaga do curso de Medicina Bacharelado
31/03/2017

SÃO LUÍS - O desembargador Kléber Costa Carvalho, durante o plantão judiciário de 2º Grau da madrugada de ontem, 30, concedeu ordem liminar, em forma de salvo-conduto, para manter em liberdade o reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Gustavo Pereira da Costa, que teve ordem de prisão em flagrante emitida pelo Juízo da 1ª Vara da Fazenda Pública, quarta-feira,29. A ordem de prisão considerou que o reitor, apesar de intimado, teria deixado de cumprir decisão judicial em favor de um candidato a vaga do curso de Medicina Bacharelado do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (Uema/Paes).

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte