Polícia | Caso Décio Sá

Gláucio Alencar obtém um habeas corpus, mas vai continuar preso em SL

Agiota é acusado de ser um dos mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá e ainda responde a outros processos que o impedem de deixar a prisão
12/10/2016

O agiota Gláucio Alencar Pontes Carvalho, acusado de ser um dos mandantes do assassinato do jornalista Décio Sá, em abril de 2012, conseguiu um habeas corpus, mas continuará preso. A 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) concedeu habeas corpus ao acusado no caso do seu envolvimento com crimes de agiotagem no município de Bacabal, o que lhe daria direito a prisão domiciliar e monitoramento por tornozeleira eletrônica. No entanto, como ele responde pelo assassinato do jornalista, continuará detido na prisão.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte