PH

Pergentino Holanda

11/10/2016

Massacre de Alto Alegre
Acaba de ser editado pelo Senado Federal o livro O Massacre de Alto Alegre, da autoria do capuchinho italiano Bartolomeu de Monza, publicado em Milão, em 1909.
Traduzido pelo escritor Sebastião Moreira Duarte e com a introdução de Antônio Carlos Lima, ambos da Academia Maranhense de Letras, a obra trata do triste episódio de 13 de março de 1901, em que centenas de índios Guajajaras atacaram a Colônia de São José da Providência, instalada pelos religiosos capuchinhos no povoado Alto Alegre, no sertão maranhense.
O cineasta Joaquim Haickel já mostrou interesse em produzir e dirigir, com base nessa obra, um filme sobre o maior massacre de índios contra brancos no Brasil.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte