Geral | combate ao Aedes

Mais de 4 milhões de imóveis são visitados em ações de combate ao Aedes aegypti

28/05/2016 às 17h50
Mais de 4 milhões de imóveis são visitados em ações de combate ao Aedes aegypti

As equipes de combate ao mosquito Aedes aegypti já visitaram, de janeiro a maio deste ano, mais de 4 milhões imóveis no Maranhão. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, foram reforçadas as ações de fortalecimento das estratégias de eliminação do vetor no estado, a partir da execução do Plano de Ações Emergenciais de Combate ao Aedes aegypti.

Do total de imóveis visitados, 3.742.348 foram vistoriados. Nos locais, são realizadas ações de eliminação mecânica e tratamento com larvicida, além das ações de nebulização espacial, em andamento nas 18 Unidades Regionais de Saúde e demais municípios. As medidas reforçam as ações preventivas, alinhadas às diretrizes do Ministério da Saúde.

Segundo o secretário adjunto da Política de Atenção Primária e Vigilância em Saúde da SES, Marcelo Rosa, a efetivação das ações do Plano de Ações Emergenciais de Combate ao Aedes aegypti contribuíram para expansão das ações de visitação de imóveis. “Estamos adotando atividades preventivas junto à população, tratamento mecânico e químico dos imóveis e eliminação de criadouros. Agora, conforme orientação do representante da Sala Nacional de Coordenação e Controle (SNCC) do Governo Federal, durante visita na última quarta-feira (25), vamos intensificar a criação de novas salas e comitês municipais, componentes estratégicos para compor a mobilização permanente para eliminação do Aedes”, reforçou.

A Sala Estadual de Coordenação e Controle do Maranhão, instalada desde 8 de janeiro, também promove ações estratégicas, juntamente com o Programa Estadual de Combate e Controle da Dengue. O objetivo é a eliminação de criadouros do mosquito, monitoramento e envio diário de dados de imóveis visitados e focos identificados do Aedes para a Sala Nacional de Coordenação e Controle (SNCC) do Governo Federal, por meio de relatório analítico.

As Salas Municipais de Coordenação e Controle já foram implantadas nas cidades de Rosário, São Luís, Matões, Parnarama, Jatobá, Timon e Paço do Lumiar e, também, na Unidade Regional de Saúde de Itapecuru. Foram mobilizados os órgãos estaduais para atuarem conjuntamente neste enfrentamento, assim como potencializa novas parcerias com universidades, escolas e empresas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte