Alternativo | COMENTÁRIO

Humor grotesco na telona

“Tirando o Atraso” flerta com temas sérios, mas cai nas galhofas das comédias “besteirol” norte-americanas; filme é estrelado por Robert De Niro e Zac Efron
Italo Stauffenberg/O ESTADO16/02/2016

É no mínimo constrangedora a sensação de sair da sala de cinema após assistir a comédia “Tirando o Atraso (Dirty Grandpa)” que conta com as atuações de Robert De Niro e Zac Efron. Não que o filme seja de todo ruim, mas bom também não é. A banalização do sexo, a erotização do corpo e as piadas de conteúdo sexual perfazem o conteúdo de toda a obra, que obedece fielmente a escola de comédia grotesca norte-americana, ou o comum besteirol.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte