Possível paralisação

Empresas descumprem acordo e rodoviários podem entrar em greve

Na tarde deste sábado (5), toda a diretoria do Sindicato dos Rodoviários se reunirá para definir quais medidas tomar diante da situação
06/02/2016 às 13h15

SÃO LUÍS - Desde as primeiras horas deste sábado (6), a diretoria do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão está percorrendo as garagens de empresas que atuam no transporte público de São Luís, que não efetuaram o pagamento dos salários aos trabalhadores.

Na garagem da 1001 Expresso, por exemplo, motoristas, cobradores e fiscais permanecem do lado de fora, no aguardo de um posicionamento da empresa. Em reunião na tarde dessa sexta-feira (5), entre o Sindicato dos Rodoviários e o sindicato patronal (SET), ficou estabelecido que os empresários depositariam o salário nas contas dos trabalhadores, até as seis da tarde. Entretanto, muitas empresas descumpriram o acordo. Na 1001 Expresso, somente 10% dos funcionários receberam os vencimentos.

Em outras empresas, foram destinados a categoria vales com valores variáveis de R$ 100 e R$ 200. O presidente do Sindicato dos Rodoviários Isaias Castelo Branco foi, pessoalmente, acompanhar a situação. “Ontem nos reunimos com o SET e durante esse encontro, acordamos uma coisa e neste sábado somos surpreendidos, com empresários adotando postura completamente diferente. Não vamos permitir que a categoria seja desrespeitada, diante da negativa do pagamento dos salários. Vamos continuar pressionando, para que esse acordo seja devidamente cumprido. Se o dinheiro não cair na conta dos trabalhadores, não teremos outra alternativa, motoristas, cobradores e fiscais dessas empresas, cruzarão os braços”, disse.

Na tarde deste sábado (6), toda a diretoria do Sindicato dos Rodoviários se reunirá para definir quais medidas tomar diante da situação.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte