Caso Irialdo Batalha

Testemunhas começaram a ser ouvidas hoje em Vitória do Mearim

Previsão é que suspeitos de matar mecânico no dia 28 de maio também sejam ouvidos na primeira audiência de instrução no município
30/09/2015 às 09h13
Reconstituição do caso Irialdo Batalha ocorreu no início deste mês (Morte do mecânico Irialdo Batalha é reconstituída em V. do Mearim)

Começou na manhã de hoje (30), em Vitória do Mearim, a primeira audiência de instrução do Caso Irialdo Batalha, presidida pelo juiz Milvan Gedeon Gomes e pela promotora Karina Freitas Chaves. Estão previstos depoimentos das testemunhas de acusação e defesa, bem como dos suspeitos da morte do mecânico Irialdo Batalha, de 34 anos, no dia 28 de maio. Ele foi executado com vários tiros disparados por um vigilante da Prefeitura de Vitória do Mearim, identificado como Luiz Carlos Machado.

O caso ganhou repercussão nacional porque Luiz Carlos Machado atuava junto a policiais militares em uma operação para interceptar dois suspeitos de serem assaltantes. A blitz foi montada na BR-122, entre Vitória do Mearim e Arari. Irialdo Batalha estava em uma motocicleta, em companhia do amigo Diego Ferreira, quando foram alvejados por não terem parado na barreira.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte