Flagrante

Vigilante do Presídio São Luís é flagrado usando arma ilegal

Terceirizado terá que esclarecer como conseguiu a pistola de propriedade da Sejap
Mário Carvalho02/05/2015

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) deve investigar, no decorrer da próxima semana, o registro de uma ocorrência apresentada no plantão da delegacia da Vila Embratel, na área Itaqui-Bacanga, envolvendo um vigilante da empresa Atlântica, que presta serviço no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Segundo a ocorrência, depois de alguns levantamentos feitos pela direção do Presídio São Luís I, agentes do Grupo Especial de Operações Penitenciárias (Geop) e policiais militares, foi descoberto que o funcionário da empresa Atlântica, identificado por Flávio Fernando Santos Aroucha, que prestava serviço no presídio como chefe de plantão, ao passar por uma abordagem, foi flagrado na noite da última quinta-feira, 30, com uma pistola ponto 40 pertencente àquela unidade prisional do Estado. A polícia está investigando como o funcionário conseguiu a arma.

Segundo informações da polícia, o vigilante Flávio Fernando Aroucha teria saído do Complexo Prisional de Pedrinhas, às margens da BR-135, portando a arma sem a autorização da direção do Presídio São Luís I. O caso foi registrado no plantão da Vila Embratel e agora será investigado pela Polícia Civil para apurar quem teria autorizado a saída do funcionário.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte