Panorama Eleitoral

“Túnel do tempo”

19/07/2002

O principal corredor que dá acesso aos gabinetes dos parlamentares no Senado, chamado de "túnel do tempo", está em obras, com isso, o "cenário" ficará parcialmente obstruído por tapumes até depois das eleições. Até lá, a passagem se dará por dois pequenos corredores. Como acontece em todo período de recesso, outras obras estão em andamento na Casa, como a troca de piso.

Serão substituído ao todo cinco mil metros quadrados de carpete. Será mantido apenas o tapete azul do Salão Principal, ponto de referência da Casa. Parte do carpete bege que cobria os corredores foi trocado por granito na cor cinza. O chefe de Serviço de Obras, engenheiro Adriano Bezerra Farias, diz que, para baratear o preço, o granito foi adquirido diretamente de um fornecedor do Espírito Santo, sem intermediário, por R$ 235 mil.

A próxima etapa da obra do "túnel do tempo", segundo o chefe de Obras, será um conserto nas imensas estruturas de cimento. De acordo com Faria, um laudo técnico, preparado há mais de três anos, mostrou que duas das três coberturas de concreto que formam o túnel sofreram rebaixamento de 13 centímetros. A parte central, que suporta uma das pistas do eixo monumental, foi a única que resistiu a 42 anos de construção.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte