Panorama Eleitoral

propaganda

18/07/2002

O argumento de que o horário eleitoral gratuito poderá provocar alguma mudança brusca no resultado das pesquisas eleitorais é contestado pelo pesquisador Marco Antônio Carvalho Teixeira. "É necessário deixar claro que o horário eleitoral foi antecipado. A mídia tem dado amplo espaço para as propostas dos candidatos e o Jornal Nacional (da Rede Globo) também antecipou essa exposição. Por isso, acredito que o início do horário eleitoral gratuito (20 de agosto) não deverá reverter muito o processo."

Apesar desse cenário, Wanderley Reis acredita que não é hora de menosprezar a candidatura de Serra. "O governo vai fazer o que for possível para alavancar a candidatura tucana. Além disso, ele terá o maior tempo na TV", diz. O cientista, no entanto, acredita que o tucano "não tem apelo". "Serra é um candidato difícil, de pouco charme e atração pessoal. Ele é um candidato pesado." Carvalho Teixeira destaca que Serra enfrenta um momento difícil e um quadro confuso, com a falta de apoios de bases, "apoios que efetivamente transferem votos".

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte